Clínica Veterinária

CONFIRA 4 DICAS DE COMO PREVENIR PROBLEMA DE CORAÇÃO EM CÃES

Assim como nos humanos, os problemas de coração em cães podem trazer diversas complicações à vida do animal

Vômitos, fraqueza, dificuldade para respirar, tosse frequente, inchaço abdominal, perda de peso e desmaios são alguns dos sintomas que podem indicar que o seu amigo de quatro patas está sofrendo com alguma cardiopatia.

Mas, além de saber identificar os sintomas, o tutor também deve estar atento às formas de prevenção desse problema. Foi exatamente para ajudar nessa questão que criamos este post. Nele, você vai conhecer 4 dicas básicas para prevenir doenças cardíacas em cães. Confira!

  1. Ofereça uma alimentação balanceada
    O primeiro passo para prevenir problema de coração em cães é oferecer uma alimentação balanceada e nutritiva.

Assim como os humanos, os pets também precisam de cuidados específicos para se manterem saudáveis, por isso, nada de oferecer comidas gordurosas, ricas em açúcar e carboidratos.

O ideal é alimentar o animal com uma ração para cachorro de qualidade, que seja adequada para a idade, raça e tamanho do pet, pois a ração industrial foi criada para garantir todas as vitaminas e nutrientes necessários à saúde do cão.

Outra opção interessante é a comida caseira, que fornece alimentos frescos e variados ao dog. Porém, ela deve sempre ser prescrita por um veterinário especializado em nutrição animal Clínica Veterinária.

  1. Faça os exames veterinários regularmente
    Mesmo que seu pet esteja aparentemente saudável, é fundamental manter uma rotina de exames. O acompanhamento com um veterinário deve ser iniciado logo nos primeiros meses de vida do animal.

Assim, qualquer enfermidade pode ser detectada em seu estágio inicial, e a animalzinho encaminhado para um especialista, o que torna o tratamento mais fácil e eficaz.

O eletrocardiograma, também conhecido como ECG, é um exame indispensável na prevenção dos problemas de coração em cães.

Clínica Veterinária

Com ele, é possível identificar arritmias, fibrilações e até problemas endócrinos. O melhor de tudo é que o processo é rápido e indolor!

O ecodopplercardiograma é um ultrassom do coração onde são identificadas alterações estruturais e hemodinâmicas do paciente. Será solicitado pelo cardiologista veterinário, sempre que necessário.

Doenças cardíacas em cachorros

  1. Incentive o pet a praticar atividades físicas
    Outro ponto imprescindível na prevenção de problemas cardíacos em cães é a prática de atividades físicas. Afinal, animais sedentários têm muito mais chances de desenvolver problemas de saúde, especialmente os que estão relacionados ao coração.

Em geral, é recomendado que o dog pratique exercícios físicos, pelo menos, 3 vezes por semana, com duração de 30 a 60 minutos. Obviamente, essa quantidade pode variar para respeitar as limitações físicas, a idade, o porte e a raça do animal.

Assim, o pet não sofre com a sobrecarga de exercícios, alivia o estresse e se mantém fisicamente saudável.

  1. Evite cruzamentos consanguíneos
    Por fim, nossa última dica para prevenir os problemas de coração em cães é a seguinte: sempre evite realizar cruzamentos consanguíneos.

Isso porque algumas raças de cachorro têm predisposição a manifestar determinadas cardiopatias congênitas e, quando ocorre o cruzamento consanguíneo, as chances de o cão nascer com um desses problemas são acentuadas.

Por isso, além de evitar esse tipo de cruzamento, também é importante identificar os animais que apresentam problemas cardíacos congênitos e retirá-los da linha de reprodução. Dessa forma, evita-se a perpetuação da doença.

Agora você já sabe como evitar os problemas de coração em cães. Contudo, caso o seu cão apresente sinais de que está sofrendo com alguma cardiopatia, não se preocupe.

A medicina veterinária já desenvolveu tratamentos específicos para esse tipo de problema, o que garante muito mais qualidade de vida aos pets!

Gostou do conteúdo e quer saber mais sobre o assunto? Então, aproveite a visita ao blog e confira mais detalhes sobre doenças do coração em animais!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *